top of page

CEO da Activision sinaliza possível retorno da franquia Guitar Hero após compra pela Microsoft.

Pouco antes da provável conclusão da aquisição da Activision pela Microsoft, o CEO da empresa, Bobby Kotick, mencionou a icônica franquia de jogos de ritmo, Guitar Hero. Em uma reunião com funcionários, Kotick discutiu vários tópicos, incluindo os detalhes da compra pela Microsoft e projetos que podem estar na mira para um possível retorno.


Segundo informações do site Windows Central, Kotick deixou claro que a franquia Guitar Hero pode ser uma das próximas a ser "revivida". A principal pauta da discussão foi explorar "novas maneiras de interagir com os games", e para o CEO, o ressurgimento de Guitar Hero dependerá de recursos inovadores. Ele expressou entusiasmo quanto às possibilidades que essa perspectiva traz.


Guitar Hero, uma das franquias mais queridas de jogos de ritmo, teve seu primeiro lançamento em 2005 para o PlayStation 2. O jogo desempenhou um papel crucial em moldar as preferências musicais dos jogadores nas eras do PS2, PS3 e Xbox 360. O último título da série, Guitar Hero Live, chegou em 2015 para diversas plataformas, mas não conseguiu replicar o sucesso dos predecessores, apresentando controles simplificados e a ausência dos icônicos personagens 3D, ao optar por uma experiência mais realista com vídeos de palco e outras inovações.


Com a possibilidade de um retorno à vista, os fãs da franquia podem estar ansiosos por novidades sobre o futuro de Guitar Hero e as inovações que a Activision e a Microsoft podem trazer para a série. A aquisição pela Microsoft abre portas para uma nova era de desenvolvimento e interação com os jogos, e a Guitar Hero pode muito bem ser parte desse excitante horizonte.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page